• luis1535

Presidente da CBFS acompanha a final da Copa do Brasil em Pato Branco


O Presidente da Confederação Brasileira de Futsal – CBFS, Marcos Madeira, acompanhou o jogo de ida da final da Copa do Brasil Sicredi de Futsal, realizada no sábado (27), entre Pato Futsal x Jijoca Futsal, na cidade de Pato Branco (PR). Ele esteve acompanhado do presidente da Federação Paranaense de Futsal, Jesuel Laureano de Souza.


No palco da final, Marcos Madeira foi recebido pelo Diretor do Pato Futsal Alcir Camozzato, o Paraguai, e recebeu a camisa oficial da equipe. O dirigente também concedeu entrevistas à imprensa e assistiu da tribuna de honra a vitória do Pato Futsal por 2 x 1. Mais do que isso, também pôde sentir de perto o calor da torcida pato-branquense. “Um enorme prazer estar na cidade de Pato Branco, cidade esta que respira futsal. Gostaríamos de parabenizar a equipe do Pato Futsal por chegar à final da Copa do Brasil Sicredi, aproveito também para elogiar toda a organização da equipe, staffs e funcionários do clube, que receberam o primeiro jogo da final com todo o devido cuidado que uma final merece”, destacou.


Assim como Marcos Madeira, o presidente da Federação Paranaense de Futsal, Jesuel Laureano de Souza, também elogiou o evento e destacou a representatividade do futsal paranaense e cearense em âmbito nacional. “Em nome da FPFS quero parabenizar a diretoria, comissão técnica, atletas, imprensa e toda torcida de Pato Branco pela organização e profissionalismo impecáveis que demonstraram nesta grande final, características que fazem parte do cotidiano desta comunidade que respira futsal. Também destacamos que a Copa do Brasil Sicredi é uma competição que envolve clubes de todas as partes do país, e mais uma vez, contando com representantes do estado do Paraná e do Ceará na decisão”, comentou.


Com a vitória no jogo de ida da final, o Pato Futsal joga pela vantagem do empate no jogo da volta, dia 18 de setembro, às 18h, na cidade de Cruz (CE). Já o Jijoca precisa vencer no tempo normal para levar a disputa à prorrogação. Caso o jogo se encaminhe ao tempo extra, quem vencer fica com o título. Em caso de empate no tempo extra, o campeão será definido nos pênaltis.




Renan Pereira Pato Branco - PR

2 visualizações0 comentário